Friday, 29 June 2012

Directamente da Holanda

Fica aqui I would stay, dos Krezip. Bom fim-de-semana!


Sobre o curso de holandês I

Sempre foi nossa intenção nos inscrevermos num curso de holandês para aprendermos a língua. Não só porque pode ser útil em termos de trabalho (embora de momento isso não esteja a ser um problema) mas principalmente porque, se estamos a viver aqui, entendemos que devemos falar a língua do país. Acho muita falta de civismo mudar-se para outro país e nem sequer tentar aprender o básico da língua e cultura do país de acolhimento. Quero poder ir a um estabelecimento comercial e poder comunicar com os funcionários na língua deles, deixar de ter que perguntar "Do you speak English?" sempre que me dirijo a alguém, saber exactamente o que estou a comprar no supermercado, não ter que saltar de canal quando está a dar as notícias na TV só porque não percebo nada...


Então, foi-me dito que a Stadhuis (Câmara Municipal) de Amsterdão - bem como a das demais cidades holandesas - tem cursos gratuitos de holandês para estrangeiros, com a duração de 1 ano.
Regra geral, estes cursos são obrigatórios para quem não é cidadão da UE e facultativo para os cidadãos europeus.
Há cerca de 2 semanas, telefonei para lá para obter mais informações como, por exemplo, que documentos preciso apresentar. Do outro lado da linha, uma funcionária garantiu-me que apenas precisava de levar o meu passaporte/cartão de identidade.

Ontem, acabei por tirar a tarde para ir me inscrever no curso de holandês, já que o horário de funcionamento da Stadhuis coincide com o meu horário de trabalho.
Depois da aventura que foi encontrar o caminho de bicicleta, chego lá para me dizerem que agora também é necessário comprovar que tenciono ficar pelo menos uns anos por aqui. Como? Levando uma cópia do contracto de trabalho ou de arrendamento, por exemplo. Ok... e não me podiam ter dito isso ao telefone??!
Compreendo o porquê de fazerem esta exigência - a senhora explicou que vem muita gente para aqui só por uns meses, inscrevem-se no curso de holandês, e depois vão embora a meio - mas acabei por "desperdiçar" uma tarde de trabalho.
Enfim, o que vale é que a senhora que me atendeu foi muito simpática e deu-me muitas informações adicionais... mas que fique registado nas actas que não estimei!

Thursday, 28 June 2012

P.S.

Falei cedo demais! Cerca de 1 hora depois de ter escrito o post anterior, comecei a sentir os músculos das pernas a doer e já mal conseguia andar...

Ginásio

Então, como já tinha mencionado, no Domingo fui inscrever-me com o personnal trainer (PT) no ginásio que tem aqui ao fundo da rua e ontem foi a primeira aula.
Depois daquela parte menos agradável onde "vamos" à balança (como quem vai à forca!) e nos medem as pregas (não podiam ter ido buscar outra palavra mais simpática?), começámos com a sessão de treino.
Ontem foi praticamente para entender e praticar a postura e movimentos correctos para os exercícios que vamos fazer durante as próximas aulas. O PT é muito paciente a explicar porque se faz assim ou assado e a corrigir os meus movimentos. Parecia tudo muito fácil, mas saí de lá vermelha que nem um pimento!
Depois estivémos a falar sobre a minha alimentação e a primeira mudança é substituir todo o tipo de bolachas e barras de cereais (cheias de açúcares, mesmo que light ou integrais) ingeridas entre as refeições principais por 50 gr. de mistura de frutos secos (nozes, amêndoas, etc). A ideia é evitar que os meus níveis de açúcar não andem sempre aos altos e baixos.
E antes de vir para casa, bebi um batido de proteinas para "me ajudar a ganhar massa muscular e evitar sentir os músculos tão doridos no dia seguinte" - e não é que resultou?? Pensei que mal ia conseguir andar hoje, mas afinal quase que já conseguia fazer outra aula!

Wednesday, 27 June 2012

Flores

Algumas diferentes das lá da terra, outras nem por isso...
mas todas bonitas e muito bem tratadas!


Tuesday, 26 June 2012

Hoje...

... tive uma surpresa quando o jeitoso chegou a casa :)


Bicicletas - flower power I

Comecei a tirar fotos de algumas bicicletas quando cá cheguei e cá vai a primeira partilha.
Porque todos os dias vejo tantas e tão originais!



Monday, 25 June 2012

Wisdom for the day -- take it in like coffee :-)

«A group of highly educated students visited their old university professor. Conversation soon turned into complaints about stress in work and life.
Offering them coffee, Professor returned from kitchen with a pot of coffee and an assortment of cups - porcelain, glass, crystal, some plain looking, some expensive, some exquisite - telling them to help themselves to hot coffee. When all had a cup of coffee in hand, the professor said: "If you noticed, all the nice looking expensive cups were taken up, leaving behind the plain ones. While it's but normal for you to want only the best, that's also the source of your stress. What you really wanted was coffee, not the cup, But you still went for the best cups and were eyeing each other's cups!" :)
If life is coffee, then jobs, money and status in society are the cups. They are just tools to hold and contain Life. Don't let the cups drive you...»

Enjoy the coffee :)

Sunday, 24 June 2012

Sobre os últimos dias

Esta semana tive oportunidade de conhecer novas pessoas. É agradável apercebermo-nos de que, ao fim de 3 meses cá, já temos um pequeno círculo de amigos.
Das 2 pessoas que conheciamos quando cá chegámos (eu conhecia a Oana e o jeitoso conhecia o Adnan), fomos conhecendo mais pessoas através deles e dos blogs de outros Portugueses que também cá estão.
Então, na 5ª feira, a pretexto do jogo de futebol, fomos jantar a casa da Carolina e do Bruno que vivem numa zona de Amsterdão até então desconhecida para mim: Osdorp-Oost. E foi assim, num delicioso jantar que fez lembrar a comidinha de casa (obrigada Carolina!), com vista para o Sloterpark, que conhecemos a Ana e o namorado, o Gerben. Uma jantarada com 2 casais bem dispostos e muito simpáticos. Adorámos o serão e esperamos repeti-lo em breve em nossa casa!
6ª feira foi para recuperar das poucas horas de sono da noite anterior e no Sábado lá saí da cama para ir buscar a minha bicicleta ao depósito de bicicletas. Após 1 semana e meia sem ela, soube-me mesmo bem fazer a viagem de regresso de Sloterdijk para o centro de Amsterdão a pedalar, tendo o Westerpark por companhia.
Ao fim da tarde, fomos ao summer barbecue realizado pela empresa onde o jeitoso trabalha. Um dos colegas disponibilizou a casa em Amersfoort para o efeito e tive oportunidade de conhecer a maior parte dos colegas de trabalho do jeitoso e associar rostos a nomes de que já tinha ouvido falar tantas vezes. Foi novamente um serão muito bem passado e com boa conversa num grupo maioritariamente holandês.
E hoje, fui inscrever-me com um personal trainer no ginásio que temos aqui ao fim da rua.

Sunday, 17 June 2012

Dos amigos por cá

Hoje fomos passar a tarde com a Cátia e o João  a Utrecht.
Coisa boa ter amigos "de casa" cá por perto! :)




I Love Vintage

O que não falta em Amsterdão são lojas de roupa e acessórios vintage.
E ontem à tarde, enquanto iamos na conversa com amigos à beira do Prinsengracht, deparámos com este vestido exposto num manequim à entrada de uma loja:


E claro, foi paixão à primeira vista! A loja, é uma autêntica perdição e conduz-nos de volta a uma época que tem um je ne sais quoi de encanto feminino.
Ficámos lá rendidas aos modelos e acessórios expostos, exclamando um ahh! a cada 30 segundos, como duas crianças numa loja de brinquedos :)
E cá ficam (só) alguns dos meus modelos favoritos:



ADORO os saiotes para usar por baixo dos vestidos!!








And guess what? Podem comprá-los online!
Quanto a mim, e como a loja fica mesmo do outro lado do "nosso" canal, algo me diz que vou voltar lá brevemente ;)

Thursday, 14 June 2012

Há mesmo lugares assim!

Faz hoje um mês que comecei no meu primeiro emprego aqui na Holanda.
E passado um mês ainda fico boquiaberta com a quantidade de dinheiro que a empresa aplica a nível de recursos humanos, a preocupação com o bem-estar dos funcionários... enfim, ao fim de um mês continuo a sentir-me ainda a mesma campónia que acabou de chegar à cidade... não estou mesmo nada habituada a este tratamento VIP - normal para os meus colegas de trabalho, mas ainda VIP para mim!

Wednesday, 13 June 2012

Coisa estranha esta...

... das bicicletas em Amsterdão.
Comprei a minha, creio que já há quase 2 meses, e confesso que ao início pouco lhe ligava. Ficava parada aqui na rua e só ia dar uma voltinha (muito stressante!) de vez em quando ao fim-de-semana. Fazia-me imensa confusão os carros a passar rente, os peões que se metiam de repente no meio da rua, as outras bicicletas vindas do nada...
Aos poucos fui me habituando a ela e creio que já me "afeiçoei" à minha bicla do mesmo jeito que aconteceu com o meu primeiro carro.
Já fui de bicicleta para os "eventos sociais" (que chique!) do fim-de-semana passado e esta semana tenho ido sempre de bicicleta para a estação - em vez de ir a pé, como fazia antes. Até já andava de bicicleta de saltos altos (como eu ficava fascinada com isso quando cá cheguei!).

E agora, que finalmente criámos uma espécie de elo de ligação, não é que voltaram a me levar o raio da bicicleta?!
Desta vez foi na estação, e estou em crer que foi novamente levada para o depósito de bicicletas por estar mal "estacionada" - mas só vou ter a certeza amanhã, quando lhes ligar para confirmar.
Enfim, regras são regras e, se assim foi, a culpa foi minha por não estar a par delas. Mas ainda assim... estou com aquela sensação desconfortável de que me falta algo indispensável. Coisa estranha, esta...

Tuesday, 12 June 2012

E ao fim de dois dias...

... parece que o fim-de-semana já vai longe!

Quem ainda não sabe fica agora a saber que eu DETESTO futebol. E não, nem sequer quando é a Selecção a jogar (que normalmente é a 2ª pergunta, logo a seguir a Não gostas de futebol???)
Mas no Sábado, fui "obrigada" a ver o jogo de futebol enquanto jantávamos em casa de amigos - serão muito bem passado (mesmo tendo o jogo como pano de fundo).

Depois de ter passado 2 semanas a dizer que precisava passar a ferro (e ir desenrascando sempre qualquer coisa para ir trabalhar), no Domingo já não tive escapatória e lá acabei com o ferro de engomar na mão - ai a falta que nos faz a D. Gorete que ia a nossa casa lá na Madeira!

E depois, toca a ir para a festa de aniversário da Oana, no Noorderster Cafe Bar, onde até se dançou músicas romenas! Um fim-de-semana terminado em grande :)

It feels good :)


Monday, 11 June 2012

Hoje quis...

... ser menos desleixada e passar por aqui para deixar um abraço bem apertadinho a todos os meus amigos conterrâneos e desejar-vos uma boa noite :)


Sunday, 10 June 2012

Força Portugal!



Hoje celebra-se o dia do meu País.

Que Deus abençoe Portugal e os Portugueses para que reunam forças para se levantar, do meio de toda esta situação socio-económica para a qual foram lentamente arrastados, e voltar a ser um povo admirado e respeitado pelos seus feitos.

Hoje sou eu que digo: Força Portugal!

Saturday, 9 June 2012

Still in love

Ora, ora... bem sei que tenho andado meio desaparecida mas levantar-me às 6h30 da manhã de 2ª a 6ª feira e (pelo menos tentar) ir dormir pelas 23h00 não me deixa muita vontade nem tempo livre para estar em frente ao pc, entre o chegar a casa e ir para a cama.
De qualquer modo, já ando há algum tempo para partilhar este post aqui, de um outro blog, que descreve Amsterdão com toda a justiça que lhe é devida!
Acho que não teria encontrado melhores palavras para descrever esta cidade - e sim, continuo a sentir-me como no início de uma relação, a apaixonar-me pela cidade  e por esta gente dia após dia, a sentir aquele sorriso involuntário nos lábios quando vou na rua...

Sunday, 3 June 2012

Sugestão de leitura

Viajo entre 40 a 50 minutos de comboio, duas vezes por dia, 5 dias por semana. Estas viagens costumam ser bem passadas porque faço-me sempre acompanhar por um livro. Na Sexta, acabei de ler um dos livros de que falei aqui - a minha primeira escolha recaiu sobre O Livro dos Hereges - A história de quando os Holandeses tentaram roubar o Brasil a Portugal, de Aydano Roriz.

Li e amei! E recomendo vivamente. Este livro, que tem por base um período histórico do meu País de nascença e do de residência actual, fez-me admirar ainda mais o povo holandês!
Ainda mais, fez-me questionar como seria o Brasil nos dias de hoje se os holandeses tivessem ficado por lá...