Monday, 31 December 2012

2012...

... foi um ano de mudança.
... foi um ano de arriscar.
... foi um ano de aventura.
... foi um ano de realizações profissionais.
... foi um ano de muitas lágrimas.
... foi um ano de muita saudade.
... foi um ano que tornou-nos ainda mais fortes, juntos.
... foi um ano de fortalecimento de amizades.
... foi um ano de descoberta.
... foi um ano de chegar, ver e vencer!


Vamos celebrar o ano que passou e brindar ao que aí vem!


Oliebollen

Pois, pois... hoje fizeram ponte lá na empresa mas foi pedido ao departamento financeiro e ao departamento para o qual trabalho que aparecessem. Não tive praticamente trabalho nenhum a manhã toda.
Pelas 11h, ambos os departamentos reuniram-se para celebrarmos a passagem d'ano com umas oliebollen - uns bolinhos de massa frita com passas, muito parecidos às malassadas que comemos por altura do Carnaval na Madeira (faltava-lhes o mel de cana!).
E pelas 13h30 lá vim embora para casa ter com o jeitoso :)



Friday, 28 December 2012

Diferenças

Regressámos ontem e hoje já voltei ao trabalho.
O que mais estranhei? Hoje ainda não vi o Sol...

Thursday, 27 December 2012

Fomos a casa e já regressámos... a casa

Lá fomos passar 2 semanas à ilha :)
Após cerca de 9 meses, finalmente férias! Finalmente ir a casa! Finalmente ver e abraçar família e amigos!
Como tinhamos que estar no aeroporto por volta das 4h-4h30 da manhã, arruma malas e mais não sei quê... acabámos por nem ir dormir e lá fomos de directa.
Aterrámos na ilha da Madeira numa bela manhã de uma 5ª Feira solarenga :) Acreditem que, após ter passado um Outono na Holanda, já nem me lembrava que o céu podia ser de um azul tão intenso e claro nesta altura do ano! Creio que foi o que mais me impressionou logo à chegada!
Um pouco mais tarde, acabámos por nos render ao sono pouco depois do almoço e fizémos uma bela duma siesta :)
E então começou a azáfama: almoçar em casa dos meus pais, jantar em casa da mãe do jeitoso, cafezinho à tarde na esplanada com uns amigos e copos à noite para beber uma poncha com outros, andar pelas familiares ruas da baixa do Funchal e descobrir o que mudou nestes meses, almoçaradas em casa dos familiares mais chegados e jantaradas em casa de amigos, estar com sobrinhas, primos e filhos dos amigos (já nos fazia falta ter crianças à nossa volta!), procurar as últimas prendas, passear à noite para ir ver a iluminação de Natal nas principais ruas da cidade. E no meio disto tudo, muitos muitos miminhos foram dados à Xica da Silva - a minha canídea traquinas que ficou com os meus pais, que já está a 1 mês de fazer 9 anos e que dormiu todas as noites no nosso quarto :)
Ah, e conduzimos! A minha cunhada emprestou-nos o carro durante as férias e pudémos voltar a ter aquela sensação de conduzir, sentir a liberdade que nos dá ter um carro (a bem dizer a verdade, ainda não tinha sentido falta de pegar num carro).
No meio de tudo isto, confesso que os primeiros 2 ou 3 dias foram um tanto ou quanto estranhos... Estávamos num lugar que tinhamos bem guardado no nosso coração, ao qual ansiávamos voltar já há algum tempo mas que, de repente, já não sabia bem a "casa". Qualquer coisa como o que o jeitoso escreveu no blog dele e que custou um pouco a ler, talvez por ser verdade: "e perceber que apesar de pensar que ia a caminho de casa para passar o Natal, ia, na verdade, passar o Natal fora de casa".
Lembro-me de passarmos de carro numa estrada, à noite, e "ver" o corte dos prédios holandeses no escuro. Amsterdão ainda estava tão vivo dentro de mim que, por uns tempos, senti-me mais uma turista de passagem do que alguém que cresceu naquela ilha.
Mas com o passar dos dias essa sensação foi se desvanescendo pelo prazer de acordar sempre com sol e com temperaturas que rondaram os 20ºC/22ºC durante o dia. E que tal uns 17ºC já perto da meia-noite? ;)
Por outro lado, com o passar dos dias, com as (muitas) histórias contadas na primeira pessoa, ficou a certeza de que tomámos a decisão certa ao vir para aqui.
É demasiada gente, a maioria na casa dos 20 e 30 anos, gente inteligente e com grande potencial, desempregada já há demasiado tempo. Ou outros que, como nós, têm emprego mas estão fartos do clima de instabilidade e insegurança em relação ao futuro que se vive em Portugal e que também estão a ponderar sair do país. Foram muitas as histórias ouvidas. Demasiadas, infelizmente.
Não tivémos oportunidade de nos encontrarmos com todas as pessoas que queriamos mas regressámos à Holanda com as baterias recarregadas e com as nossas carências afectivas preenchidas. E hoje já regressámos... a casa.
Ficam aqui algumas fotos. As restantes vão para um álbum no Facebook ;)









Não passei por aqui para desejar-vos um Feliz Natal mas espero que também tenham passado um excelente Natal junto daqueles que vos são mais queridos, na medida do possível.

Thursday, 13 December 2012

I'll see you again...


... in a couple of weeks :)

The Holidays are coming!

Finalmente, após 9 meses, temos férias e... voltamos à ilha para passar o Natal com a família e os amigos :)
Estes últimos dias têm sido super atarefados na empresa mas consegui deixar tudo em dia e fazer o hand over sem complicações.
Últimas horas do dia, chegar a casa já tarde, comer qualquer coisa para o jantar, arrumar as malas, queimar os últimos cartuchos...
E pronto, daqui a umas horas zarpar para o aeroporto... Deixo ficar aqui uma música que vem a propósito, que ouvimos com frequência num anúncio televisivo cá e que o jeitoso conseguiu encontrar: Home


Alabama, Arkansas, I do love my Ma & Pa
Not the way that I do love you

Holy Moley, Me-oh-My, you're the apple of my eye
Girl, I've never loved one like you

Man, oh man, you're my best friend, 
I scream it to the nothingness
There ain't nothin' that I need

Well, hot & heavy, pumpkin pie, 
chocolate candy, Jesus Christ
There ain't nothin' please me more than you

Ahh, Home
Let me come Home
Home is wherever I'm with you (2x)

La la la la, take me Home
Baby, I'm coming Home

I'll follow you into the park, 
through the jungle, through the dark
Girl, I've never loved one like you

Moats & boats & waterfalls, 
alley ways & pay phone calls
I've been everywhere with you

That's true

We laugh until we think we'll die, 
barefoot on a summer night
Nothin' new is sweeter than with you

And in the streets we're running 
free like i's only you and mee
Geez, you're somethin' to see.

Ahh, Home
Let me come Home
Home is wherever I'm with you (2x)

La la la la, take me HomeBaby, I'm coming Home

“Jade?”
“Alexander?”
“Do you remember that day you fell out of my window?”
“I sure do, you came jumping out after me.”
“Well, you fell on the concrete 
and nearly broke your ass 
and you were bleeding all over the place 
and I rushed you off to the hospital. 
Do you remember that?”
“Yes, I do.”
“Well, there's something 
I never told you about that night.”
“What didn't you tell me?”
“While you were sitting in the backseat 
smoking a cigarette you thought 
was going to be your last, 
I was falling deep, deeply in love with you
and I never told you 'til just now.”
“Now I know.”

Ahh, Home
Let me come Home
Home is whenever I'm with you
Ahh, Home
Let me come Home
Home is when I'm alone with you 

Home
Let me come Home
Home is wherever I'm with you

Ahh, Home
Yes, I am Home
Home is when I'm alone with you.

Alabama, Arkansas, I do love my Ma & Pa
Moats & boats & waterfalls & pay phone calls

Ahh, Home
Let me come Home
Home is wherever I'm with you
Ahh, Home
Let me come Home
Home is when I'm alone with you

Sunday, 9 December 2012

How Dutch people got their bike paths

Domingo de manhã. Depois de ter "apagado" por completo ontem à noite no sofá enquanto viamos TV, acordei hoje pelas 8h... e pronto, aproveito enquanto o jeitoso está a dormir e ainda estava escuro lá fora para por a leitura dos blogs em dia pois esta semana não houve muito tempo.
Entretanto, encontro este video aqui e esta informação merece ser divulgada:

 

E mais uma vez, o povo Holandês surpreende-me pela positiva, desta vez com as suas decisões políticas.

Friday, 7 December 2012

Ainda a neve

Estava previsto um grande nevão para esta madrugada, já me tinham dito lá na empresa para ficar em casa hoje se fosse o caso mas, por volta das 7h fui à janela e estava tudo normal por isso toca a ir trabalhar.
Mas afinal a neve chegou, sim senhores. Começou a cair quando eu ia a caminho da estação de comboios (não tinha noção como incomoda quando cai nas pestanas! Lol) e foi aumentando gradualmente de intensidade. Àquela hora ainda não estava a afectar muito os comboios e, felizmente, os que apanho foram pontuais.
Mesmo assim, metade dos colegas que trabalham no meu andar ficou a trabalhar de casa. A meio da manhã, quando olhei pela janela do escritório, caía (muita) neve e já estava tudo branco lá fora :)
E, claro, ponho-me a tirar fotos com o telemóvel sempre que tenho oportunidade, mesmo que seja dos mesmos locais mas em dias diferentes (como lá na empresa).
Até que um homenzinho que trabalha lá na cantina, ao ver-me tirar uma foto lá dum recanto pela enésima vez, perguntou-me se eu não preferia tirar uma foto onde eu aparecesse na neve... et voilà!



Sim, sim... ao fim de um tempo só fica gelo e lama e porcaria e escorrega e blá-blá-blá. E se calhar daqui a uns tempos já vou estar farta de neve como os Holandeses (será??). Mas, e por enquanto, esta semana tem tido qualquer coisa de mágica, de novidade, de regresso à infância, ao conto de fadas, e tem ajudado a encurtar estes dias até à chegada das tão desejadas férias!

Thursday, 6 December 2012

Christmas shopping

Como às Quintas o comércio em geral está aberto até mais tarde em Amsterdão, hoje encontrei-me com o jeitoso depois do trabalho para fazer algumas compras de Natal. E ainda vimos a árvore gigante a ser montada na Dam :)



Sim, o espírito de Natal já me bateu à porta e deixei-o entrar :) Creio que a neve foi o clique que faltava para me despertar para esta quadra!

E esta manhã, quando fui à janela pelas 7h...

... havia um manto branco de neve a cobrir os carros, as bicicletas... E eu com um sorriso de orelha a orelha como se tivesse 5 anos!
Têm que me compreender, nasci e cresci numa ilha sub-tropical, ali junto a Marrocos. Na Madeira, quando muito, cai granizo nos picos mais altos. De todas as vezes que me mudei para um sítio mais frio (como Braga ou Londres...) só nevou precisamente depois de eu ter saído de lá!! Já estive em estâncias de esqui, em França e na Áustria, mas a neve já lá estava...
Agora, esta coisa de acordar com tudo branquinho e sair para ir trabalhar enquanto está a nevar, pisar a neve a caminho da estação de comboios, estar no escritório e ver a neve a cair, ir de carro e ver tudo coberto de neve à minha volta... enfim, tenho uma ideia muito romântica de um Inverno com neve, do tal White Christmas que só costumo ver nos filmes americanos, de poder sair à porta de casa e brincar com a neve, de fazer anjos na neve... Oh yes, I'm happy!

Estação de comboios de Weesp

À entrada da estação de comboios de Naarden-Bussam

Na empresa, em Naarden


Wednesday, 5 December 2012

Desejando...

Desejando de ir pra casa. Prá outra casa. De ver. Recordar. Abraçar. Cheirar. Provar. Mimar. Rir. Sentar à mesa. Brilho no olhar. Família. Amor. Amizade. Cumplicidade. Crianças. Natal.

Sunday, 2 December 2012

Este fim-de-semana tá a saber a pato!

Já não como pato há algum tempo e, pela minha lista de gostos, deveria ter escrito algo como Este fim-de-semana tá a saber a bacalhau! Lol
Mas acho que dá para perceber a ideia, não? ;)
Era para termos ido jantar com o Adnan, na Sexta, a um restaurante afegão que fica aqui perto de casa mas o jeitoso já chegou tarde a casa e tão cansadinho que acabámos por nos deixar ficar - e soube a pato!
No Sábado, acabei por sair da cama só lá pelas 11:00 (maravilha!) e passei a tarde no sofá a rever o Intouchables e a ver o Mirror Mirror (acho este tipo de filmes perfeito para uma tarde de Inverno!). O dia terminou em ambiente português, a festejar o aniversário do Bruno, onde tive a oportunidade de conhecer a Andreia que é nossa vizinha desde há pouco tempo :)
Domingo... levantar-se já perto do meio-dia (wow!), mandriar, arrumar a casa porque não dá para adiar mais, fazer um pouco de jardinagem (tristes plantas que têm sido desprezadas nos últimos meses...) e colocar as decorações de Natal (descobri manhãs-de-Páscoa à venda no Albert Heijn!) com o que encontrámos na arrecadação - só umas coisinhas aqui e ali, já que não vamos passar cá o Natal, para começar a lembrar mais a época. E... mandriar mais um bocadinho! Pato, pato e mais pato!! :D